domingo, 14 de agosto de 2005

Não tenho medo do escuro

Eu já sabia que gostava muito da minha própria companhia, mas, cada vez que fico sozinha em casa, essa sensação se reafirma mais (e a minha vontade de morar só também). Dessa vez até abri minha garrafa de vinho do porto que estava guardada para uma ocasião especial e, no caso, a ocasião especial sou eu! Já tomei a metade!
Engraçado também que quando fico só, faço coisas que não costumo fazer quando não estou: alugo filmes, entro na cozinha, invento, bebo sozinha e não me sinto só! Hoje mesmo é dia dos pais e até recebi alguns convites para almoçar, mas preferi ficar aqui, me curtindo!
A única coisa que eu não gosto mesmo é ter que lavar os pratos!!

3 comentários:

  1. Ei, Pa, eu também gosto muito de ficar só em casa. Mas principalmente quando eu posso escolher. Tenho vários lugares onde poderia ir e várias pessoas com quem conversar e... "Não, hoje não quero falar com ninguém". Não ter opção não tem o mesmo sabor.

    ResponderExcluir
  2. Vamo combinar, Palomita... Ninguém gosta de lavar pratos!!! hehehe

    Ah... Eu tenho medo de escuro!!!

    beijos...

    ResponderExcluir
  3. Pá,
    tive um momento desses no domingo, após o almoço... refestalada numa cama, super confortável, lendo o código da vinci, um silêncio... saí de casa à noite a pulso! foi ótimo!!
    beijos
    Lia

    ResponderExcluir