sexta-feira, 19 de agosto de 2005

É minha só, não é de mais ninguém!

A última semana foi de algumas surpresas para mim. Todas elas boas, graças a Deus! Acho que estou aprendendo que certas coisas e certos sentimentos devem pertencer apenas a nós mesmos e a mais ninguém. Só quem sente algo é capaz de compreender a repercussão daquilo em sua vida. Não há palavras que possam descrever certas coisas! Por isso, por mais que às vezes a gente fale as coisas, compartilhe ( e como eu gosto de fazer isso!), ninguém é sensível o suficiente para dimensionar o tamanho de sua alegria ou de sua tristeza ou de seu entusiasmo... (talvez apenas aquela pessoa que lhe despertou/vivenciou isso com você).
Mas tudo bem, tá sendo bom pra mim aprender isso. Ruim mesmo é quando as pessoas dão opiniões sem você pedir, te falam coisas que você não quer saber e, pior, achando que tão fazendo bem. Talvez o fato de eu ser teimosa faça disso uma coisa realmente desagradável pra mim, pois quando decido algo não há opinião ou conselho que me demova da idéia de fazer o que eu quero fazer. Além disso, todas as vezes que caí na besteira de ouvir os outros me dei mal!!!
Amigos queridos, não achem que não quero mais ouvir vocês!!! Não é isso, mas tem coisas que a gente só deve dizer quando for demandado, não acham?

5 comentários:

  1. ôôô amiga, arrasada! Será que já te falei alguma coisa que vc não quis ouvir??? hahah. Mas amigo é assim mesmo, é pra falar coisas boas e coisas ruins. Na verdade, é pra falar o que sente.
    Até vc as vezes pode falar pra outras pessoas o que elas não queriam ou gostariam de ouvir. Será que já aconteceu comigo? Se aconteceu, não lembro.
    Mas vc está certa, só a pessoa que vive o momento pode dimensionar o sentimento.
    Bom, isso foi só uma pausa nos meus trabalhos, hehe. Beijos e até amanhã. Lilica

    ResponderExcluir
  2. Liu, talvez eu tenha sido mal interpretada... na verdade, não estou falando de sentimentos e de coisas intrínsecas à amizade, até como aqueles que conversamos semana passada, mas de coisas pequenas, que dizem respeito apenas à vida do outro...
    Tipo assim, acho que não podemos "tomar uma decisão" pela outra pessoa, sabe?
    Enfim! depois te explico melhor!

    ResponderExcluir
  3. Certíssima, companheira... certíssima!!!

    Besitos...

    ResponderExcluir
  4. Que doga! Queria fazer um super comentário pra vc ficar feliz e ainda consegui não entender direito!!! Então depoi vc me explica mesmo.
    Foi pra missa de Lela?

    ResponderExcluir
  5. Bom, mesmo que eu quisesse, não poderia falar nada. Esse assunto está muito cifrado, para mim. Mas com certeza posso desejar que tudo corra bem, certo?
    Beijos

    ResponderExcluir