quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Este ano não fiz resoluções de ano novo. Muitas incógnitas e inseguranças, mas muitos desejos. De repente, no início do segundo trimestre as coisas começaram a acontecer para mim e agora se estendem também para quem está ao meu lado.

O primeiro passo foi recomeçar a trabalhar. Se por um lado ainda existe o sonho de uma estabilidade financeira através de um concurso público, por outro a realização profissional vem pouco a pouco se apresentando para mim. Imperfeita como ela é, mas muito sedutora.

Beto também assume novos desafios, através dos quais tenho certeza de que virão grandes recompensas. Recompensas materiais e também de autoestima e de possibilidades de alimentar o espírito.

Quando tudo parece calmo, surge uma nova dificuldade e logo depois dela uma pequena ou uma grande alegria. E assim tem sido a nossa vida: também imperfeita, mas feliz!

Obrigada, Deus!

7 comentários:

  1. Pá,
    talvez desejar menos seja sinal de maturidade... mas como você, quanto a isso não tenho muita certeza. Mas que a vida é imperfeita acho, e talvez só assim seja boa, como se fosse um tempero.
    beijos,
    Liazinha.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, o conforto é saber que é assim com todo mundo...rs
    Só podemos mesmo agradeçer muitoo a Ele por tudo de bom que conseguimos na nossa vida! TUDO!
    E nas dificuldades, ter Fé de que tudo passará...
    Um beijo bem grande e sorte à Beto nos novos desafios!!!
    Beijooooooo

    ResponderExcluir
  3. Amiga, fiquei muito feliz com as suas novidades. Eu tenho muito orgulho de vcs dois, de cada pequena conquista que vcs alcancam. Bjos

    ResponderExcluir
  4. Pá,
    assim não pode, acho que precisamos combinar uma visita. :)
    beijo!
    Liazinha.

    ResponderExcluir
  5. Uma semana cheia de coisas boas pra vc
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Amiga
    tou sentindo falta de vc por aqui!!!
    beijos saudosos
    lela

    ResponderExcluir